Novidades

Testes

Competição

História

Apresentação

Home » Comparativo

HONDA NC 700X vs. KAWASAKI VERSYS

Enviado por on 22 de Agosto de 2012 – 1:1733 Comentários
 

Elas parecem separadas por um muro: razão vs. emoção. Ambas são modernas, mas de caráter distinto. São exemplos de versatilidade e praticidade, mas cada uma bem a seu jeito. O preço similar é um fator que as coloca em disputa direta, além de terem em comum a mesma proposta geral, a da fácil utilização. Mas são as diferenças entre elas que são mais marcantes que as igualdades, e que determinarão a vencedora deste comparativo publicado na íntegra na edição impressa da Revista da Moto! que está nas bancas, número 212/agosto 2012. Mas aqui você pode saborear um pequeno aperitivo deste interessante e esclarecedor comparativo assinado por Laner Azevedo e clicado por Gustavo Epifânio.

Coelho e tartaruga são bichos bem diferentes, de famas bem opostas. NC e Versys também são assim, e os seus motores são os maiores responsáveis por esta personalidade distinta. No caso da Honda NC 700X e Kawasaki Versys 650, a maior diferença está no comportamento: a Versys tem temperamento bem mais explosivo, com acelerações  emocionantes, e é bem mais esportiva e inegavelmente mais divertida. Todavia, o preço disso é um maior consumo.

Já a maior virtude da NC 700X é ser econômica, e o desempenho – que não é ruim – fica em segundo plano pois as respostas às acelerações em nada lembram o ímpeto da Versys. Menos emocionante, mas bem mais fácil e dócil de controlar, características a tornam bastante interessante para iniciantes.

O bom torque em baixas rotações é marca registrada da NC 700X. As três primeiras marchas, do câmbio de seis, são curtas. Já  modelo da Kawasaki tem uma “pegada” diferente, que a torna “menos” na cidade e “mais” na estrada. E outra diferença  é a forma com que cada uma “veste” o motociclista. A NC 700X tem ergonomia excelente e oferece um posicionamento mais relaxado e natural do corpo. No modelo da Kawasaki o banco é ligeiramente maior e mais confortável, mas as pedaleiras altas causam algum incômodo às pernas em viagem. Ambas tem pequenos para-brisas que ajudam bem a vida do piloto na estrada.

Em comum, a dupla tem a boa ciclística. São ágeis e fáceis de serem conduzidas entre os carros e corredores. Nas curvas tanto a NC 700 quanto a Versys se mostraram estáveis e firmes em suas trajetórias, permitindo até mesmo certos abusos… Com um entreeixos levemente mais curto, a Versys seria na teoria mais ágil que a NC. Na prática verificamos, porém, um comportamento equivalente , com o modelo da Honda surpreendendo pela maior facilidade em inclinar e voltar à posição vertical e a velocidade nas mudanças de direção.

Na frenagem, ambas m merecem elogios, mas leve vantagem neste quesito vai para a Kawasaki, que tem maior poder de frenagem em virtude de seu sistema dianteiro ser dotado de dois discos de 300 mm e duas pinças de duplo pistão, enquanto a Honda é equipada com apenas um disco e pinça de 6 pistões na versão ABS (4 pistões na versão standard). O sistema de freio combinado, presente na versão da NC dotada de ABS, é digno de elogio.

E sobre o design, a estética, o que dizer? A Versys tem um visual “transformers”, e a NC 700X é de fato mais atraente, com linhas mais harmônicas e arrojadas. Modernidade que exala também de seu painel, todo digital, uma real vantagem sobre o painel da Versys.Quanto ao preço, a diferença é realmente pequena: na versão standard a Versys 650 custa R$ 27.990  enquanto, sua adversária NC 700 tem o preço sugerido de R$ 27.490. Nas versão ABS, a diferença de preço sobe, sendo R$ 30.990 o preço sugerido para a Kawasaki e R$ 29.990 para o modelo da Honda.

Mais “morno” em relação à Versys, o bicilindro da Honda tem grandes méritos como o generoso torque e  um consumo simplesmente incrível. Ja a Kawasaki tem pegada indiscutívelmente maior, mas vinculada a  consumo maior. Quem venceu o comparativo? A edição de MOTO! nas bancas traz a resposta, com um apurado boletim de notas item por item, tabelas de medições e fichas técnicas completas, Não perca…

LEIA TAMBÉM:

  • Wellington

    Queria tecer um comentário não em relação às motos ou ao texto, mas às fotos. Vários excelentes fotógrafos já passaram por M! mas o Gustavo Epifânio se supera a cada edição. Está dando gosto ler a revista, pois as fotos estão muito bacanas.
    E queria tb fazer uma sugestão: está na hora de explorar melhor o site, com a colocação de colunas. Comecem pela de segurança com o Kleber Tinoco. Uma coluna semanal seria excelente, uma vez que assunto é o que não falta. Abraço a todos.

    P.S.: quanto às motos, a NX podia ser mais barata, né d. Honda?

  • Wellington

    NC, perdão.

  • Rocão

    Bom, na revista ocorre a vitória da Honda. Ela acelera menos, toma uma taca de 2 segundos na retomada, perde por uns 12 km na final e ganha porque é mais econômica. Ridículo. Se fosse para economizar, que ela custasse uns 23 paus (que é o preço de um Ka com ar e direção), condizente com o preço lá fora. E uma moto deste preço para economizar? Compra então uma Bizz. Não dá para entender a lógica destas motos: custam quase o preço de uma Hornet ou Bandit 1250 e andam menos, freiam menos, nem bonitas são. E não vão para a terra, senão desmancham.

    • DANIEL

      OH LADINOS É UMA HONDA, NAO IMPORTA O MODELO QUE LANÇAREM… VAI SER A HONDA A LIDER EM TUDO SEMPRE, INCLUSIVE EM MANUTENÇAO DE BAIXO CUSTO, COMO TAMBEM AVALIAÇAO DE MERCADO. TODO MUNDO QUER TER UMA HONDA NAO IMPORTA QUAL FOR…

      NAO FIQUEM DODOI…

    • Dom

      a grande diferença é a posição de pilotagem. eu senti falta de 4 cilindros com versys. queria trocar por uma Z750. dei uma volta a Z750 e senti dor nas costas. Ronco lindo e motor forte não é nada se é uma tortura sentar em cima dela. Fora que no Brasil Naked esportivas é muito visado

  • Daniel

    Por mais que eu leia por aí, não entendo o motivo de se achar que um painel todo digital é mais moderno. Acho justamente o contrário, um quadradão de cristal liquido (pobríssimo em qualidade), bem mais barato para montadora (que não repassa ao consumidor), enfim, acho que algumas informações em um painel digital EXTRA é bem vindo (BMW F800GS por ex.), mas tirar os analógicos é retrocesso.

  • Paulo Thies

    Pois é gurizada…Creio que são duas excelentes motos, mas realmente o preço é um absurdo aqui no Brasil, lá fora tem motos mais avançadas, até mesmo o modelo da NC 700, lá fora tem com câmbio autom e nós pagando de 30 a 34 mil reais por ela…Espero que ela encalhe e assim baixe o preço, pois agora pelo menos temos mais concorrência, mais modelos a escolher…Bem no meu caso vou esperar e ver como o mercado vai reagir e talvez se o preço baixar um pouco vou encarar uma delas.

  • Tabajara

    O Rocão tá com toda a razão e mais um pouco.
    É para se pensar mesmo.

  • Webster

    Se a NC 700 é boa ou ruím eu não sei. Mas hoje tive oportunidade de ver a moto ao vivo, e, simplesmente ela é linda. Nas fotos de revista e sites ela não me parecia bonita. Porém ao vivo é muito bacana.

  • johnsonn

    Essa nc 700 é uma piada , já se foi o tempo da imparcialidade todo traste que a honda lança é babado pelas revistas, verdadeiro desserviço!

  • leandro ribeiro

    Hummmm…..vitoria deq…..de economia de combustivel????…pra falar a verdade se a honda fosse justa com nosso mercado o preço não seria esse absurdo, ou melhor, roubo mesmo, mas…..muitos vão comprar porq é honda, a revista deu a vitoria porq é honda e ponto final. A moto é muito linda sim, mas não é melhor que a Kawazaki não, quem procura economia de combustivel que compre uma POP. Pior que verei muitos caras com essa moto e bastará o semaforo fechar para ficar acelerando e provocando vc, axando que vai sair na frente ou coisa desse tipo, depois que a luz verde se acender……cade o cara com a NC700……lá traz…..kkkkk……economia de combustivelll….papo furado,,,Ei Yamaha, relance a MT03 para brigar com essa moto ai…..

    • Mauro

      Cara, tu poderia falar de qualquer moto, mas uma MT03? Tu por acaso já deu uma comparada na ficha das duas?! O povo tá falando mal da nc700x porque realmente tem bem menos motor do que a da Kawasaki, que tem essa proposta de correr mais, de ser mais esportiva e arisca. Já a nc700x é uma moto pra galera mais tranquila, que quer uma moto pra andar diariamente na CIDADE, mas que aguente bem o tranco de uma viagem. Não é por isso que ela deixa de ser forte. Além do mais, tem mais motor e mais torque (52,5 cv e 6,4 kgf à 4.750 RPM) do que XT660, Ténéré 660, MT03 (48cv e 5,95 kgf à 5500 RPM) BMW 650 GS e BMW 650 GS Sertões (50cv e 6,1 kgf à 5000 RPM). São todas motos com propostas diferentes. Talvez a MT03 pudesse até ser comparada com a NC(a Yamaha a chama a MT de Muscle Bike), mas em relação a motor, apesar de bem próximos e da MT03 ser uma moto mais leve, ela certamente perderia a disputa. A nc700x é uma moto cujo motor oferece um desempenho muito bom (tem gente na net fazendo 0 a 100 em 5.17s), só que não pode ser comparado ao da Versys (em termos de velocidade).
      Vídeo 0 à 100 nc700x: https://www.youtube.com/watch?v=E75NWrgukDI

  • Ricardo

    A Versys é show,se quer economizar, compra uma scooter!! A Honda tem um visual bacana e inovador, muito linda…

  • Gustavo Iserhard

    Não consigo concordar com o resultado do teste, conheço as duas, e a Versys é muito superior à NC. Em tudo. Gasta mais sim, mas não tanto como disseram(uso uma no dia a dia. A única vantagem da Honda, que é uma boa moto, é o porta capacete no lugar do tanque. Fora isso, não dá nem pra comparar. A Nc é uma moto utilitária, para andar na cidade, simples, e nada mais. O teste foi absolutamente tendencioso. A revista perdeu pontos comigo.

  • Douglas Studzinski de Souza

    Ambas são parecidas e diferentes. Mas a NC, pode tomar o pau que tomar… que não importa, pois o cliente que compra uma, raramente vai passar dos 140. Vai roubar clientes das Big trail e até das custom.

  • Henrique

    Quando a NC chegou na concessionária da minha cidade fui dar uma olhada, logo me decepcionei, a aparência é semelhante a de uma moto elétrica que vi recentemente. No comparativo a NC pode ganhar da Versys na autonomia, mas no restante duvido muito, mas como sempre tenho lido, “a Honda supera” então não vai valer muito a minha opnião.

  • Jader

    Concordo em partes com o Rocão!
    Agora dizer que ela nem é bonita e se desmancha se ir pra terra, aí já parte pro gosto pessoal de cada um.
    Achei ela linda, mas realmente deveria custar bem menos.

  • Duarte

    A proposta da Honda é excelente.
    Moto com torque em baixas, uso “preferencial” urbano.
    Pra quê andar a mais de 160 km/hora??
    Conforto, praticidade e economia (não me sinto confortável numa Biz).
    Fiz teste ride. Aprovei e comprei.
    Ressalva: Preço incontestavelmente CARO – A Honda poderia ter uma margem menor (desculpa de custos Brasil e Impostos não colam…). Mas fazer o que? Deixar de comprar? Andar a pé? Alguém me dá uma idéia?

  • sergio

    olá galera, eu comprei uma nc 700x vermelha e estou muito satisfeito com a moto, grande agilidade na cidade e divertida na estrada, ciclistica perfeita, velocidade final não é o foco dela, está fazendo 26 km/L , o porta capacete é super util, depois que se acostuma com ele é inimáginavel viver sem ele, sem duvida recomendo á todos , principalmente aqueles que estão muito tempo sem moto ( meu caso ) , abs á todos.

  • Sérgio

    As fotos estão exelentes e a NC está cara.

  • Joverany

    Alguns dias atras fui numa concessionaria comprar uma das duas motos. A NC ou a Versys, voltei pra casa com a Versys.
    A NC é muito bonita, mas ainda é desconhecida, a história da Honda com motos de 2 cilindros fora de linha é bem conhecida.
    A Versys é bem conhecida e alguns motociclistas experientes mostraram-me várias virtudes dela.
    Mas o que pesou mesmo foi o atendimento nas concessionarias. Na Honda o vendedor nao fez questão de vender, naquele tipo q “somos líderes e se você quiser comprar compra, senao outro vem comprar.” Na Kawasaki a história foi totalmente inversa, até arrumaram uma versys emprestada pra eu fazer teste-ride.
    Por enquanto to muiiiiito satisfeito com a versys e o consumo? Se eu quisesse economizar gasolina compraria uma motinha de 100cc.

  • Roger

    Ai Rocão, concordo plenamente contigo, a Honda deve pagar muuuuuito para essas revistas, principalmente a Duas Rodas, é impressionante o que argumentam para dar vantagens a Honda, tenho uma Ninja 250R a quase 1 ano, cara, é impressionante o quanto essa motoca é foooda, perto dela CB300, Fazer, CBR250 ficam no chinelo, principalmente em se tratamdo de desempenho, não tem pra essas ai não, em tecnologia então aff,
    ai eu vejo umas reportagens onde sempre a Honda ganha ou pelo preço ou pelo consumo, ocorreu a mesma coisa com o comparativo da CB1000 e a Z1000, sem duvidas a Z1000 é superior, mas a CB1000 é mais barata, com isso vitoria para CB1000, (PUTA PALHAÇADA)nem dá pra comentar né,
    logo logo chega a Ninja 300R com 39cv e 2.8klf/m de torque ABS e até embreagem deslizante, para essas revistas falarem que a CBR venceu porque é mais barata ou porque bebe menos, É O CÚÚÚÚMULOOOOOOO, PRONTO FALEI…..

  • Tabajara

    O barato é ver hondistas pagarem mico, pois criticam quem compra XJ6, por ser a 600 que menos anda de final(como se tivesse lugares para andar no Brasil por horas à 200 KM/H), adorarem a NC, que perde de todas as trails twins da mesma cilindrada, ou menos. Ah, ah, ah!

    • Marco

      Bonita é, mas a esse preço?! Concordo c/ “Rocão”, se for SÓ por conta da economia, vai de Bizz, Lead, Burgman 125, e até de Citycom 300i, que é ÓTIMA, dá os mesmos 140 km/h, também guarda capacete no banco, é confortável e não tem perrengue com bandido, pois, se roubarem, com o troco dá prá comprar outra igual!

  • Marco

    Complementando: Se for por ESTILO e PERFORMANCE, além da PERCEPÇÃO DE QUALIDADE (acabamento), vai de Versys! R$ 2.000,00 de diferença, a essa altura, é quase nada…

  • Ninja Floripa

    Negócio da HONDA é fazer CG.

  • Bob

    Concordo que a Versys tem um visual mais “transformer” e que a NC tem “linhas mais harmônicas”. Já quanto a ser mais ou menos atraente, há controvérsias. Tem gente que gosta de transformer e gente que gosta de harmonia!

  • André Luis

    Comprei uma Versys 650 com a finalidade de viagens longas, vim da trilha não andava nas ruas a 20 anos. Estou muito surpreso com a moto a autonomia não foi o que me levou a escolher a Verys e sim a “pegada”, fiz algumas viagens curtas (400 Km) com amigos com motos mais potentes e acompanhei normalmente. Na cidade me surpreendeu muito também, fácil de tocar. Li várias reportagens e escolhi a Versys. Também acredito que o ponto para vencer um comparativo não possa ser somente a autonomia pois estamos falando de uma moto de quase 30 mil.

  • Ercilio Carlos de Oliveira Lima

    Olá , meu ponto de vista pessoal é que as revistas divulgam os dados , mas quanto as decisões ficam por conta da galera . Quem compra uma moto a quase 30 paus , não tá se preocupando com consumo não e sim com pegada e esportividade . Abçs.

  • http://jornalmotocyclegc@yahoo.com.br Geraldo Corrêa

    Em nossas rodovias , a velocidade máxima permitida é de 120km.
    Em viagens longas,(1000 km em um dia), essa velocidade passa a ser de 140km.
    Mais que isso existe muitas boas opções de motos esportivas. O que não é o caso.
    Na minha Opinião são motos diferentes Uma é NC, Novo Conceito a outra é Big Trail. A Maior diferença é que a Versus vai onde a Honda Não vai.
    Na terra.

    Mas na hora de revender , quem vai vender mais rápido e com menos perda de valor /? Honda claro.

    Acredito que a NC 700 será minha próxima moto.
    Boas estradas.

  • Dom

    vantagem NC: motor linear, sem vibração e baixo consumo
    abs Combinada
    porta capacete
    menor consumo
    baixo centro de gravidade

    desvantagem NC: motor fraco
    escapamento sem proteção, pode queimar
    design mais feio
    preço salgado, sendo q la fora é mais barato q versys

    vantagem versys: motor forte, arranca bem em baixa rotaçao
    design mais bonita
    preço mais barato, pois lá fora é mais caro q NC
    escapamento por baixo da moto
    ajuste de angulo da bolha

    desvantagem versys: motor vibra e engasga pedindo redução de marcha.
    ABS convencional
    nao tem porta capacete
    maior consumo: 20 se andar civilizado, andando a rotação alta, consome q nem Z, fazendo 13, 14.
    cambio duro

    conclusão: se tivesse diferença de preço que nem lá fora, NC seria melhor opção, mas como é mesmo preço no Brasil, Versys leva a melhor!

  • Mauro

    Para mim, o veredito sobre esses modelos deveria ser dado em relação ao uso: para quem utiliza a moto todos os dias para ir ao trabalho e fim de semana quer uma moto boa para viajar, com toda certeza a NC700X é bem melhor, porque vai ser muito mais econômica, os gastos com peças serão menores, o conforto será maior, não será obrigatório instalar um baú, pois ela já possui um lugar para guardar as coisas etc. Já para quem quer uma moto para fim de semana, pra correr, tirar uma onda, sair com os amigos, aí sim, a Versys se sai bem melhor.
    O pessoal questiona o desempenho da NC700X, mas é uma moto que passa os 180Km/h com tranquilidade (as veneradas XT660 penam pra chegar a isso, e são apenas 40cc a menos, fora o preço sugerido, que é o mesmo da NC700X). Tem vídeos no Youtube de pessoas que chegaram a 200Km/h com ela. Então acredito que o que faltou foi elucidar o propósito da moto, que é de andar na cidade, no dia a dia e permitir também desempenho para longas viagens.

  • Zafenate Paneia

    Sergio, já faz três anos que você redigiu esse comentário, mas hoje você ainda aconselharia comprar a NC? Estou de olho na nc 750 2015, e preciso de ideias de pessoas que a conhece.