Novidades

Testes

Competição

História

Apresentação

Home » Novidades

KTM EM DEZEMBRO

Enviado por on 25 de Novembro de 2014 – 11:462 Comentários

80632_1290_R_Superduke_orange_90Grad_dunkel.tif_6969

Está ansioso para comprar uma KTM novinha aqui no Brasil? Então segue uma boa notícia. A marca anunciou que irá iniciar a abertura de concessionárias nacionais na segunda quinzena de dezembro desse ano (2014). Até o final de Janeiro de 2015, as cidades de Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), Goiânia (GO) e São Paulo (SP) já terão lojas Flagship da marca. Estas trabalharão com todos os modelos disponíveis para o Brasil, assim como linha de vestuário, acessórios, peças originais e serviços de pós-venda.

390 Duke

390 Duke

KTM-Adventure-1190

1190 Adventure

Entre as motos comercializadas estarão inicialmente as importadas 1190 Adventure, 1290 Super Duke R, 50 SX e 65 SX, e os já produzidos no Brasil, como as off road 350 EXC-F, 250 EXC-F e a 300 EXC. A partir de abril de 2015 juntam-se duas street, 390 Duke ABS e 200 Duke, e em outubro virá a esportiva RC 390 ABS, todas nacionalizadas.

A cidade do Rio de Janeiro (RJ) também faz parte dos planos da KTM no Brasil. O processo de nomeação do representante da marca na capital carioca já está em andamento e deve ser finalizado ainda em 2014. A inauguração da loja-conceito (Flagahip) no Rio está prevista para o 1º trimestre de 2015.

Além das lojas Flagships, as motos serão comercializadas por revendas dual brand DAFRA/KTM, tendo em vista um aproveitamento da rede da marca brasileira já instalada. Porém, estas trabalharão apenas com os modelos 390 Duke ABS, 200 Duke e RC 390 ABS, além de  vestuário, acessórios, peças e serviços de pós-venda exclusivos para esses três produtos.

KTMRC390_1

RC 390

O cronograma de implantação da rede Dual Brand começa no 2º trimestre de 2015 e os representantes serão definidos até o final deste ano.

“Trabalharemos em duas frentes, criando lojas-conceito em mercados que se destacam no segmento premium e investindo numa maior sinergia entre os produtos de baixa/média cilindrada street da KTM e da DAFRA. Dessa forma acreditamos que conseguiremos nos posicionar rapidamente de maneira eficaz e sustentável no mercado nacional”, explica José Ricardo.

Imagens: Divulgação

LEIA TAMBÉM:

  • Tabajara – São Carlos – SP

    É de se esperar que a KTM não durma no ponto, pois a moçada está sonhando com a Duke 690 faz tempo.

  • PPaulo

    Enquanto isso o Japão ja tem uma 250cc……….